Doenças e Tratamentos

As diversas doenças, sintomas, profilaxia, medicamentos, tratamentos e formas de contágio.

DPAC

Avalie este item
(4 votos)

O que fazemos com o que ouvimos?
 
O Distúrbio do Processamento Auditivo Central é um impedimento da habilidade de reconhecer ou compreender as informações auditivas, mesmo em indivíduos com acuidade auditiva e inteligência normais.
As habilidades de linguagem compartilham mecanismos cognitivos com habilidades auditivas. Muitos casos de crianças com distúrbio de aprendizagem e de linguagem apresentam testes auditivos normais, mas testes centrais podem identificar distúrbios mais elevados, que vão além da orelha e passam a avaliar o Sistema Nervoso Auditivo Central (SNAC). Essa avaliação é importante porque também fornece dados para o tratamento terapêutico.
As principais manifestações encontradas são:
Crianças com desatenção;
Não acompanham conversas;
Não compreendem piadas;
Não atendem quando chamadas;
Dificuldades para falar o “R” e o “L”;
Dificuldades para contar histórias ou dar recados;
Dificuldades escolares (matemática e português);
Dificuldades para aprender a ler ou escrever;
Problemas de memória;
Muito agitadas ou muito quietas;
Dificuldade de relacionamento com crianças da mesma faixa etária.

O Sistema Nervoso Auditivo Central pode ser afetado por outros distúrbios, como Perdas Auditivas Indutivas por Ruído (PAIR), drogas ototóxicas, privações auditivas e doenças do ouvido.
A idade também provoca alterações tanto no ouvido como no SNAC, podendo atingir o tronco encefálico e o córtex. Considerando que nem todas as lesões ou doenças degenerativas são detectáveis nos exames de imagem magnética ou radiológica, uma avaliação auditiva central pode fornecer dados para o diagnóstico.

Nossa Newsletter

Receba notícias do Núcleo de Excelência em Otorrinolaringologia.